in ,

Remedio e alimentos para aumentar a imunidade

Como aumentar a imunidade rapidamente

15 alimentos para aumentar a imunidade

Reforços do sistema imunológico

Alimentar seu corpo com certos alimentos pode ajudar a manter seu sistema imunológico forte.

Se você estiver procurando maneiras de prevenir resfriados, gripes e outras infecções, seu primeiro passo deve ser uma visita ao supermercado local. Planeje suas refeições para incluir esses 15 potentes alimentos para aumentar a imunidade.

 

1. Frutas cítricas

Muitas pessoas recorrem diretamente à vitamina C depois de pegar um resfriado. Isso porque ajuda a construir seu sistema imunológico.

Pensa-se que a vitamina C aumenta a produção de glóbulos brancos, essenciais para combater infecções.

Quase todas as frutas cítricas são ricas em vitamina C. Com essa variedade para escolher, é fácil adicionar um pouco dessa vitamina a qualquer refeição.

Frutas cítricas populares incluem:

Como seu corpo não produz ou armazena, você precisa de vitamina C diariamente para manter a saúde. A quantidade diária recomendada para a maioria dos adultos é:

  • 75 mg para mulheres
  • 90 mg para homens

Se você optar por suplementos, evite tomar mais de 2.000 miligramas (mg) por dia.

Lembre-se também de que, embora a vitamina C possa ajudá-lo a se recuperar de um resfriado mais rápido, ainda não há evidências de que seja eficaz contra o novo Coronavírus, o SARS-CoV-2, causador da doença COVID-19.

 

2. Pimentão vermelho

Se você acha que as frutas cítricas têm mais vitamina C de qualquer fruta ou vegetal, pense novamente. Onça por onça, o pimentão vermelho contém quase três vezes mais vitamina C (127 mg) como uma laranja da Flórida (45 mg). Eles também são uma fonte rica de betacaroteno.

Além de impulsionar seu sistema imunológico, a vitamina C pode ajudar a manter a pele saudável. O betacaroteno, que seu corpo converte em vitamina A, ajuda a manter os olhos e a pele saudáveis.

 

3. Brócolis

O brócolis é sobrecarregado com vitaminas e minerais. Embalado com vitaminas A, C e E, além de fibras e muitos outros antioxidantes, o brócolis é um dos vegetais mais saudáveis ​​que você pode colocar no prato.

A chave para manter seu poder intacto é cozinhá-lo o mínimo possível – ou melhor ainda, de maneira alguma. Uma pesquisa mostrou que cozinhar a vapor é a melhor maneira de manter mais nutrientes nos alimentos.

 

4. Alho

O alho é encontrado em quase todas as cozinhas do mundo. Acrescenta um pouco de zinco à comida e é essencial para a sua saúde.

As primeiras civilizações reconheceram seu valor no combate a infecções. O alho também pode retardar o endurecimento das artérias, e há poucas evidências de que ele ajude a baixar a pressão sanguínea.

As propriedades de aumento da imunidade do alho parecem provir de uma forte concentração de compostos contendo enxofre, como a alicina.

 

5. Gengibre

O gengibre é outro ingrediente ao qual muitos recorrem depois de ficar doente. O gengibre pode ajudar a diminuir a inflamação, o que pode ajudar a reduzir a dor de garganta e doenças inflamatórias. O gengibre também pode ajudar com náuseas.

Embora seja usado em muitas sobremesas doces, o gengibre embala um pouco de calor na forma de gingerol, um parente da capsaicina.

O gengibre também pode diminuir a dor crônica e pode até possuir propriedades para baixar o colesterol.

 

6. Espinafre

O espinafre fez parte da nossa lista não apenas porque é rico em vitamina C – ele também contém vários antioxidantes e betacaroteno, que podem aumentar a capacidade de combater infecções de nossos sistemas imunológicos.

Semelhante ao brócolis, o espinafre é mais saudável quando cozido o mínimo possível, para que retenha seus nutrientes. No entanto, o cozimento leve facilita a absorção da vitamina A e permite que outros nutrientes sejam liberados do ácido oxálico, um antinutriente. Confira algumas receitas de espinafre aqui.

 

7. Iogurte

Procure por iogurtes com a frase “culturas ativas e ativas” impressos no rótulo, como o iogurte grego. Essas culturas podem estimular seu sistema imunológico para ajudar a combater doenças.

Tente obter iogurtes naturais, em vez do tipo com sabor e carregado de açúcar. Você pode adoçar o iogurte natural com frutas saudáveis ​​e uma garoa de mel.

O iogurte também pode ser uma ótima fonte de vitamina D, então tente selecionar marcas enriquecidas com essa vitamina. A vitamina D ajuda a regular o sistema imunológico e acredita-se que aumenta as defesas naturais do corpo contra doenças.

Ensaios clínicos estão em andamento para estudar seus possíveis efeitos no COVID-19.

 

8. Amêndoas

Quando se trata de prevenir e combater resfriados, a vitamina E tende a ficar atrás da vitamina C. No entanto, esse poderoso antioxidante é a chave para um sistema imunológico saudável.

É uma vitamina lipossolúvel, o que significa que requer que a presença de gordura seja absorvida adequadamente. Nozes, como amêndoas, são embaladas com a vitamina e também têm gorduras saudáveis.

Os adultos precisam apenas de cerca de 15 mg de vitamina E por dia. Uma porção de meia xícara de amêndoas, que tem cerca de 46 amêndoas inteiras e sem casca, fornece cerca de 100 por cento da quantidade diária recomendada.

9. Sementes de girassol

As sementes de girassol estão cheias de nutrientes, incluindo fósforo, magnésio e vitaminas B-6 e E.

A vitamina E é importante na regulação e manutenção da função do sistema imunológico. Outros alimentos com altas quantidades de vitamina E incluem abacate e folhas verdes escuras.

As sementes de girassol também são incrivelmente ricas em selênio. Apenas 1 onça contém quase metade do selênio que o adulto médio precisa diariamente. Uma variedade de estudos, realizados principalmente em animais, analisou seu potencial para combater infecções virais, como a gripe suína (H1N1).

 

10. Açafrão

Você pode conhecer açafrão como um ingrediente-chave em muitos caril. Essa especiaria amarga e amarelada também é usada há anos como anti-inflamatório no tratamento da osteoartrite e da artrite reumatoide.

Pesquisa mostra que altas concentrações de curcumina, que conferem cor açafrão distinta, podem ajudar a diminuir os danos musculares induzidos pelo exercício. A curcumina é promissora como reforço imunológico (com base em descobertas em estudos com animais) e antiviral. Mais pesquisas são necessárias.

 

11. Chá verde

Os chás verde e preto são embalados com flavonoides, um tipo de antioxidante. Onde o chá verde realmente se destaca é nos níveis de epigalocatequina galato (EGCG), outro poderoso antioxidante.

Em estudos, o EGCG demonstrou melhorar a função imunológica. O processo de fermentação do chá preto destrói grande parte do EGCG. O chá verde, por outro lado, é cozido no vapor e não fermentado; portanto, o EGCG é preservado.

O chá verde também é uma boa fonte do aminoácido L-teanina. A L-teanina pode ajudar na produção de compostos antigerminativos nas células T.

 

12. Mamão

Mamão é outra fruta carregada de vitamina C. Você pode encontrar o dobro da quantidade diária recomendada de vitamina C em uma única fruta média. A papaia também possui uma enzima digestiva chamada papaína que tem efeitos anti-inflamatórios.

A papaia tem quantidades decentes de potássio, magnésio e folato, todas benéficas para a saúde geral.

 

13. Kiwi

Como mamão, os kiwis são naturalmente cheios de uma tonelada de nutrientes essenciais, incluindo folato, potássio, vitamina K e vitamina C.

A vitamina C estimula os glóbulos brancos a combater infecções, enquanto os outros nutrientes do kiwi mantêm o resto do corpo funcionando corretamente.

 

14. Aves domésticas

Quando você está doente e procura sopa de galinha, é mais do que apenas o efeito placebo que faz você se sentir melhor. A sopa pode ajudar a diminuir a inflamação, o que poderia melhorar os sintomas de um resfriado.

Aves, como frango e peru, são ricos em vitamina B-6. Cerca de 90 gramas de carne de peru ou frango light contêm quase um terço da quantidade diária recomendada de B-6.

A vitamina B-6 é um participante importante em muitas das reações químicas que ocorrem no corpo. Também é vital para a formação de novos e saudáveis glóbulos vermelhos.

O caldo ou caldo feito com ossos de galinha fervendo contém gelatina, condroitina e outros nutrientes úteis para a cura e imunidade do intestino.

 

15. Frutos do mar

Para muitos que tentam aumentar sua imunidade, os frutos do mar não são o que vem à mente, mas algumas variedades são ricas em zinco.

O zinco não recebe tanta atenção quanto muitas outras vitaminas e minerais, mas nosso corpo precisa dele para que nossas células imunológicas possam funcionar como pretendido.

Variedades de frutos do mar com alto teor de zinco incluem:

  • ostras
  • caranguejo
  • lagosta
  • mexilhões

Lembre-se de que não precisa ter mais do que a quantidade diária recomendada de zinco em sua dieta:

  • 11 mg para homens adultos
  • 8 mg para a maioria das mulheres adultas

O excesso de zinco pode realmente inibir a função do sistema imunológico.

 

Mais maneiras de prevenir infecções

Variedade é a chave para uma nutrição adequada. Comer apenas um desses alimentos não será suficiente para ajudar a combater a gripe ou outras infecções, mesmo que você o coma constantemente. Preste atenção ao tamanho das doses e à ingestão diária recomendada, para que você não consuma muita vitamina e nem outras.

Comer corretamente é um ótimo começo, e há outras coisas que você pode fazer para proteger você e sua família da gripe, resfriado e outras doenças.

Comece com estes princípios básicos de prevenção da gripe e, em seguida, leia estas 7 dicas para proteger sua casa contra a gripe. Talvez o mais importante seja a vacinação anual contra a gripe para proteger a si e aos outros.

Written by hello

As Melhores frutas e legumes low-carb que são permitidas na dieta

12 dos melhores alimentos não perecíveis