in ,

Camarão: Nutrientes, benefícios e como consumir

Camarão é saudável? Nutrição, calorias e muito mais

Conheça os benefícios do camarão

O camarão é um dos tipos de frutos do mar mais consumidos no mundo inteiro.

É bastante nutritivo e fornece grandes quantidades de certos nutrientes, como o iodo, que não são abundantes em muitos outros alimentos.

Por outro lado, algumas pessoas afirmam que o camarão não é saudável devido ao seu alto teor de colesterol.

Além disso, acredita-se que o camarão criado em cativeiro pode ter alguns efeitos negativos à saúde em comparação com o camarão capturado na natureza.

Este artigo explorará as evidências para determinar se o camarão é um alimento saudável para incluir em sua dieta.

 

Camarão é baixo em calorias e rico em nutrientes

O camarão tem um perfil nutricional impressionante.

É bastante baixo em calorias, fornecendo apenas 84 calorias em uma porção de 85 gramas e não contém carboidratos. Aproximadamente 90% das calorias do camarão são provenientes de proteínas e o restante é proveniente de gordura.

Além disso, o mesmo tamanho da porção fornece mais de 20 vitaminas e minerais diferentes, incluindo 50% de suas necessidades diárias de selênio, um mineral que pode ajudar a reduzir a inflamação e promover a saúde do coração.

Aqui está uma visão geral dos nutrientes em uma porção de 85 gramas de camarão:

O camarão também é uma das melhores fontes alimentares de iodo, um mineral importante em que muitas pessoas são deficientes. O iodo é necessário para o funcionamento adequado da tireoide e a saúde do cérebro.

O camarão também é uma boa fonte de ácidos graxos ômega-6 e ômega-3, além dos antioxidantes da astaxantina, que podem ter diversos benefícios à saúde.

 

Camarão é muito nutritivo. É bastante baixo em calorias e fornece uma grande quantidade de proteínas e gorduras saudáveis, além de uma variedade de vitaminas e minerais.

 

Camarão é rico em colesterol

O camarão costuma ter uma má reputação por seu alto teor de colesterol.

Uma porção de 85 gramas contém 166 mg de colesterol. Isso é quase 85% a mais do que a quantidade de colesterol em outros tipos de frutos do mar, como o atum.

Muitas pessoas temem alimentos ricos em colesterol devido à crença de que aumentam o colesterol no sangue e, portanto, promovem doenças cardíacas.

No entanto, pesquisas mostram que esse pode não ser o caso para a maioria das pessoas, pois apenas um quarto da população é sensível ao colesterol na dieta. De resto, o colesterol na dieta pode ter apenas um pequeno impacto nos níveis de colesterol no sangue.

Isso ocorre porque a maior parte do colesterol no sangue é produzida pelo fígado e, quando você come alimentos ricos em colesterol, o fígado produz menos.

Além disso, o camarão contém vários nutrientes que podem realmente melhorar a saúde, como ácidos graxos ômega-3 e antioxidantes da astaxantina.

Um estudo descobriu que os adultos que ingeriam 300 gramas de camarão diariamente aumentavam seus “bons” níveis de colesterol HDL em 12% e diminuíam seus triglicerídeos em 13%. Ambos são fatores importantes na redução do risco de doença cardíaca.

Outro estudo constatou que 356 mulheres que consumiam moluscos, incluindo camarões, regularmente tinham triglicerídeos e níveis de pressão arterial significativamente mais baixos em comparação com aquelas que não incluíam moluscos em suas dietas.

A pesquisa também mostrou que as pessoas que consomem camarão regularmente não têm um risco maior de doença cardíaca em comparação com as que não comem.

Embora sejam necessárias mais pesquisas para explorar o papel do camarão na saúde do coração, ele possui uma variedade de propriedades benéficas que podem superar o seu teor de colesterol.

 

O camarão é rico em colesterol, mas também contém nutrientes, incluindo antioxidantes e ácidos graxos ômega-3, que demonstram promover a saúde do coração. Pesquisas sobre camarão também mostraram efeitos positivos na saúde.

 

Camarão contém antioxidantes

O principal tipo de antioxidante no camarão é um carotenoide chamado astaxantina.

A astaxantina é um componente das algas, que é consumido pelo camarão. Por esse motivo, o camarão é uma das principais fontes de astaxantina. De fato, esse antioxidante é responsável pela cor avermelhada das células dos camarões.

Quando você consome astaxantina, isto pode ajudar a proteger contra a inflamação, impedindo que os radicais livres danifiquem suas células. Foi estudado por seu papel na redução do risco de várias doenças crônicas.

Primeiro, muitos estudos descobriram que a astaxantina pode ajudar a fortalecer as artérias, o que pode reduzir o risco de ataques cardíacos. Também pode ajudar a aumentar os níveis de “bom” colesterol HDL, um fator importante na saúde do coração.

Além disso, a astaxantina pode ser benéfica para a saúde do cérebro. Suas propriedades anti-inflamatórias podem impedir danos às células cerebrais que geralmente levam à perda de memória e doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer.

Apesar dessas descobertas, são necessárias mais pesquisas em humanos para determinar o papel geral que a astaxantina no camarão pode ter na saúde geral.

 

O camarão contém um antioxidante chamado astaxantina, que foi estudado por seu papel na promoção da saúde do cérebro e do coração.

 

Uso de antibióticos em camarões criados em cativeiro

Devido à alta demanda de camarão nos EUA, é frequentemente importado de outros países.

Mais de 80% do camarão consumido nos EUA vem do exterior, de países como Tailândia, Índia e Indonésia.

Embora isso ajude a aumentar o acesso ao camarão, a maioria dos camarões importados é criada em fazendas, o que significa que é cultivada em tanques industriais submersos em massas de água.

Frutos do mar criados em fazendas de outros países são frequentemente tratados com antibióticos devido à sua alta suscetibilidade a doenças. No entanto, os EUA não permitem o uso de antibióticos em camarões e outros moluscos.

Por esse motivo, é ilegal importar camarão que contém antibióticos. A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA é responsável por inspecionar o camarão importado para garantir que ele não contenha antibióticos.

No entanto, devido ao alto volume de importações de camarão, o FDA é incapaz de regular todos eles. Por esse motivo, o camarão criado em fazenda contaminado com antibióticos tem o potencial de entrar no suprimento de alimentos dos EUA.

Um estudo que investigou o conteúdo de antibióticos de frutos do mar comprados nos EUA descobriu que uma amostra de camarão criado na fazenda continha uma quantidade detectável de sulfadimetoxicina, um antibiótico não permitido para uso em camarões nos EUA.

Não foi confirmado que o uso de antibióticos no camarão tenha efeitos adversos importantes à saúde. No entanto, pode levar à resistência a antibióticos, o que pode causar surtos de doenças que não respondem ao tratamento com antibióticos.

Se você está preocupado com antibióticos em camarões, é melhor optar por camarões selvagens, que nunca são tratados com antibióticos. Além disso, você pode ter certeza de que o camarão capturado e preparado nos EUA não contém antibióticos.

 

Os camarões criados em fazendas de países fora dos EUA podem estar contaminados com antibióticos. Para reduzir sua exposição a antibióticos, é melhor comprar camarão selvagem ou cultivado nos EUA ou em outros países onde o uso de antibióticos é ilegal.

 

Muitas pessoas são alérgicas ao camarão

O marisco, incluindo o camarão, é classificado como uma das oito principais alergias alimentares nos EUA, além de peixe, amendoim, nozes, trigo, leite e soja.

O gatilho mais comum das alergias ao camarão é a tropomiosina, uma proteína encontrada em frutos do mar. Outras proteínas no camarão que podem desencadear uma reação alérgica incluem arginina-quinase e hemocianina.

Os sintomas das alergias a camarões variam e podem incluir formigamento na boca, problemas digestivos, congestão nasal ou reações na pele após a ingestão.

Algumas pessoas com alergia a camarão também podem ter reações anafiláticas. Essa é uma reação perigosa e repentina que pode levar a convulsões, inconsciência e até a morte se não for tratada imediatamente.

Se você é alérgico ao camarão, a única maneira de evitar reações alérgicas é evitar completamente comê-lo.

Em alguns casos, até os vapores do cozimento do camarão podem desencadear uma reação. Assim, aqueles com alergia ao camarão também devem evitar situações em que possam entrar em contato indiretamente com ele.

 

O camarão contém uma proteína chamada tropomiosina, que desencadeia uma reação alérgica grave para algumas pessoas. O único tratamento para uma alergia ao camarão é remover completamente o camarão da sua dieta.

 

Como escolher camarão de alta qualidade

É importante escolher camarões frescos de alta qualidade que não sejam danificados, infectados ou contaminados.

Ao comprar camarão cru, verifique se eles são firmes. As conchas devem ser de cor translúcida e verde acinzentada, marrom rosado ou rosa claro. Bordas enegrecidas ou manchas pretas nas cascas podem indicar perda de qualidade.

Além disso, o camarão cru e cozido deve ter um cheiro suave, semelhante ao oceano ou salgado. O camarão com um odor avassalador de peixe ou amônia provavelmente é estragado e inseguro de consumir.

Certifique-se também de que o camarão cozido tenha textura firme e branco com um leve tom vermelho ou rosa.

Além disso, é importante comprar camarão de um fornecedor experiente e respeitável que possa responder às suas perguntas sobre o país de origem e as práticas de manejo do camarão.

 

Para escolher camarões de alta qualidade, é importante levar em consideração seu odor e cor. Para garantir que você obtenha o melhor produto de qualidade, adquira-o em um fornecedor confiável.

 

Conclusão

O camarão pode ter uma variedade de benefícios para a saúde.

É rico em várias vitaminas e minerais e é uma rica fonte de proteína. Comer camarão também pode promover a saúde do coração e do cérebro devido ao seu conteúdo de ácidos graxos ômega-3 e do antioxidante astaxantina.

Embora o camarão seja rico em colesterol, não foi encontrado um impacto negativo na saúde do coração. Comer camarão pode realmente ajudar a diminuir seus níveis de triglicerídeos e colesterol LDL “ruim”.

Apesar dos benefícios para a saúde do camarão, existem algumas preocupações sobre a qualidade do camarão criado na fazenda, como a possível contaminação com antibióticos.

No entanto, existem várias etapas que você pode seguir para garantir que você receba camarões de alta qualidade, como comprá-los de fornecedores respeitáveis.

No geral, o camarão é um alimento saudável que pode se encaixar bem em uma dieta equilibrada.

Written by hello

Salmão: Benefícios do Salmão para a saúde, para que serve e características

Sarbinhas: informação nutricional e benefícios nutricionais das sardinhas