in

A Dieta da USP Original: Como Funciona, Cardápio e Dicas

Dieta da USP – Saiba se realmente funciona

Se você viveu na década de 90, como eu, certamente se lembra da febre que foi a dieta da USP! O nome da dieta é um mistério, porque a Universidade de São Paulo nunca confirmou que este programa alimentar tenha sido desenvolvido por seus profissionais, e isso vem gerando muita polêmica há vários anos.

 

Embora a Universidade de São Paulo não confirme sua autoria nem a recomende, a dieta original da USP é bem conhecida e continua sendo usada por quem quer perder peso rapidamente.

 

Se você está querendo perder peso rápido, a dieta USP pode ser usada por 7 dias, e repetida por mais uma semana. Como veremos abaixo, não é recomendável usá-la por mais de 14 dias. Mas será que a dieta original da USP realmente ajuda a perder peso?

 

Os seguidores da dieta juram que ela emagrece, mas é importante entender como funciona e quais os riscos para a saúde.

 

Como funciona a dieta da USP?

 

A dieta da USP é uma dieta de baixas calorias, o que significa que você precisa comer menos, ou comidas menos calóricas. Além disso, praticamente elimina os carboidratos do cardápio, substituindo por muita proteína e gordura.

 

A promessa é de perda de peso de até 6kg em duas semanas, embora esse número possa variar de acordo com o peso total da pessoa.

 

Logo, a dieta da USP emagrece por um dos seguintes motivos:

 

  • Você acaba consumindo menos calorias;
  • Ao cortar carboidratos, há uma enorme eliminação de fluidos pelo corpo, especialmente nos primeiros dias.

 

Como a ingestão de alimentos é limitada e o limite de carboidratos é baixo, ocorre perda de massa magra (muscular), levando a uma diminuição nos níveis de energia. Por isso mesmo exercícios físicos devem ser evitados enquanto a dieta da USP estiver em prática.

 

Cardápio da dieta da USP

 

O primeiro dia da dieta é o mais difícil, porque a quantidade de comida é mínima. Eis o cardápio da dieta da Usp:

 

dieta da usp cardapio - oladieta.com.br

 

 

Dicas

 

Para otimizar a dieta da USP, siga essas dicas:

 

  • Não faça substituições nem mude os horários.
  • As verduras permitidas na dieta são: alface, agrião e chicória.
  • Você pode beber água, chá e café preto, a qualquer hora do dia.

 

Quanto à última dica, é bom usar o bom senso, porque o café e alguns tipos de chá contém cafeína, que pode até ajudar na perda de peso, mas tem seus efeitos colaterais.

 

Riscos da dieta da USP

 

Por se tratar de uma dieta nutricionalmente restritiva, com muitas poucas calorias, não é recomendável manter a dieta por mais de 14 dias.

 

Além disso, como você estará ingerindo muito pouco carboidrato, é possível que tenha sintomas de cansaço, fraqueza muscular e dores de cabeça.

 

Como a dieta é pobre em fibras, e rica em proteínas, pode causar constipação intestinal.

 

Outros efeitos colaterais da dieta da USP incluem:

 

  • Mau hálito
  • Irritabilidade
  • Mudanças no sono
  • Dores de cabeça
  • Insônia
  • Tontura
  • Complicações renais (por causa do alto consumo de proteínas)

 

E, como qualquer dieta radical, a dieta da USP não reeduca a sua alimentação, nem leva a uma mudança de hábitos relevante, o que seria importante para perda de peso permanente, e para a manutenção do peso ideal. Como a maior parte do peso perdido é composta por líquidos e massa muscular, é fácil engordar tudo de novo.

 

Por isso mesmo é imprescindível controlar as porções quando sair da dieta, para evitar cair nos mesmos erros de antes e ganhar todo o peso de volta.

 

E claro, é fundamental consultar um médico antes de entrar na dieta.

 

Como evitar ganhar todo o peso de novo

 

Para evitar o indesejável efeito sanfona, o principal inimigo de toda dieta, é necessário identificar os hábitos alimentares errados e substituí-los por hábitos saudáveis. Isso inclui consumir mais vegetais, diminuir bebidas calóricas e sem valor nutricional, reduzir o estresse, entre outros fatores.

 

É muito importante controlar a ingestão de:

 

  • Açúcar
  • Frituras
  • Álcool
  • Alimentos gordurosos (os não saudáveis)
  • Sal
  • Doces em geral

 

E outra dica: exercite-se regularmente. Não adianta correr só uma vez por semana. Isso pode ser até perigoso para a saúde! É vital que você encaixe os exercícios na sua vida, achando uma atividade que seja prazerosa para você, e que consiga manter a longo prazo. Pode ser ioga, caminhada, corrida, academia, natação – o importante é mudar!

Written by hello

Dieta da Sopa emagrece rápido, é fácil e barata

Dieta Paleo: O que comer, Cardápio e Guia para iniciantes