Remedio para emagrecer rapido e barato em uma semana
Previous
RANDOM
Cardápio para emagrecer: Os 40 melhores alimentos para emagrecer rapidamente
Next

Eu preciso emagrecer URGENTE! Dicas para quem precisa Emagrecer Urgente

por Isabela Ramirez on abril 25, 2020

Como emagrecer urgentemente: 3 passos cientificamente comprovados

 

Existem muitas maneiras de emagrecer rápido, urgente, se é isso que você está procurando.

 

Só que muitos dos planos capazes de alcançar isso vão te fazer passar fome, ou sentir insatisfeito. E é exatamente por isso que seguir uma dieta nem sempre é fácil.

 

Mas… nem toda dieta tem que ser assim. Dietas low carb são muito eficazes na perda de peso, e tendem a ser muito mais fáceis de manter, a longo prazo.

 

Por isso, trazemos um plano de emagrecimento que segue três etapas bem simples, e que segue os preceitos de uma dieta low carb para:

 

  • controlar o apetite
  • causar perda de peso rápida
  • melhorar a saúde metabólica

 

Precisa emagrecer urgente? Eu te ajudarei com algumas dicas

 

 

1. Corte os carboidratos

 

 

A parte mais importante deste plano é reduzir os açúcares, amidos e carboidratos.

 

Quando você faz isso, tende a sentir menos fome e, consequentemente, comer menos!

 

Além disso, ao invés de queimar carboidrato para disponibilizar energia, seu corpo passa a queimar a gordura armazenada.

 

Outro benefício de eliminar os carboidratos da dieta é que os níveis de insulina tendem a diminuir quando você o faz, ajudando os rins a eliminar excesso de sódio e água. Isso reduz o inchaço e o peso de água.

 

De acordo com alguns nutricionistas, é possível perder até 4,5 kg na primeira semana se alimentando dessa forma. Claro que essa perda de peso não é exclusivamente a gordura sendo queimada – entra aqui, também, o peso da água que você elimina nesta semana.

 

Um estudo feito com mulheres obesas saudáveis relatou que uma dieta low carb é muito mais eficaz do que uma dieta com pouca gordura, pelo menos para  perda de peso em curto prazo.

 

Outras pesquisas sugerem que uma dieta low carb reduz o apetite. Se você não sente tanta fome, obviamente acaba comendo menos sem qualquer sacrifício.

 

 

2. Coma proteínas, gorduras e vegetais

 

 

Agora que já retirou os alimentos ricos em carboidratos do seu cardápio, é hora de incluir uma fonte de proteína, gordura e vegetais em cada refeição. Só não esqueça de checar o teor de carboidrato dessas fontes, para evitar reintroduzir esse macro na dieta, sem querer.

 

Como regra geral, planeje de duas a três refeições por dia. Se você sentir fome de tarde, tudo bem adicionar um lanchinho.

 

Tente reduzir o consumo de carboidrato para 20 a 50 gramas por dia, introduzindo no lugar dele mais de proteínas, gorduras e vegetais.

 

Proteína

 

A parte principal do nosso plano é caprichar no consumo de proteína.

 

Isso porque evidências apontam que ingerir muita proteína pode aumentar o gasto calórico em 80 a 100 calorias, e reduzir os desejos e pensamentos obsessivos sobre comida em até 60%. Além disso, você provavelmente não vai sentir tanta vontade de comer lanchinhos durante o dia, porque a proteína vai te deixar saciado por mais tempo. Em um estudo sobre o assunto, pessoas que ingeriram mais proteínas ingeriram, em geral, 441 calorias a menos no dia.

 

Logo, não subestime a proteína. Ela é o nutriente mais importante da sua dieta, se for para perder peso.

 

Fontes de proteína saudável:

 

  • Carnes: carne bovina, frango, porco e cordeiro
  • Peixes e frutos do mar: salmão, truta e camarão
  • Ovos: ovos inteiros com a gema
  • Proteínas de origem vegetal: feijão, legumes e soja

 

Vegetais com baixo teor de carboidratos

 

Não tenha medo de carregar seu prato com legumes com pouco carboidrato. Eles são nutritivos e você pode comê-los em grandes quantidades, sem exceder seu limite de 20 a 50 g de carboidratos no dia.

 

Uma dieta baseada principalmente em fontes de proteínas e vegetais com pouco carboidrato contém todas as fibras, vitaminas e minerais que você precisa para ser saudável.

 

Muitos vegetais têm baixo teor de carboidratos, incluindo:

  • brócolis
  • couve-flor
  • espinafre
  • tomates
  • couve
  • couve de bruxelas
  • repolho
  • acelga
  • alface
  • pepino

 

Gorduras saudáveis

 

Por incrível que pareça, você não precisa ter medo de comer gordura! Associar a redução de carboidrato ao aumento das gorduras pode ajudar a ficar na dieta, e se sentir mais saciado.

 

Algumas fontes saudáveis de gordura são:

 

  • azeite
  • óleo de côco
  • óleo de abacate
  • manteiga

 

 

3. Levante peso três vezes por semana

 

Apesar de um regime de exercícios não ser obrigatório para perder peso com o nosso plano, adotar um com certeza trará vários benefícios.

 

Ao treinar sua força levantando peso, você não só queima muitas calorias imediatamente, como mantém seu metabolismo ativo depois – e isso tende a ocasionar a perda de peso.

 

Estudos sobre dietas low carb mostram que você pode ganhar massa muscular, ao mesmo tempo em que perde gordura corporal. Basta ir à academia de três a quatro vezes por semana, e fazer treino de resistência. Se você nunca foi à academia, marque um horário com um treinador e siga seus aconselhamentos.

 

Se levantar peso não é a sua praia, você pode ficar só no cardio. Caminhar, correr, andar de bicicleta ou nadar são boas opções. Não se preocupe, pois exercícios aeróbicos (cardio) são tão bons quanto treino de resistência, pelo menos para emagrecer.

 

Se permita comer mais carboidratos uma vez por semana

 

Se você sentir que precisa, tire um dia de folga por semana e coma mais carboidratos nele. Muitas pessoas escolhem o sábado.

 

É importante, entretanto, que você se atenha às fontes saudáveis de carboidratos, como aveia, arroz, quinoa, batata, batata doce e frutas. Se não tiver escolha, e acabar comendo uma besteira, que pelo menos seja nesse dia.

 

Pode ser que durante esse dia você ganhe um pouco de peso, mas ele geralmente vai embora dois dias depois, pois é principalmente peso de água.

 

Mas e as calorias? E as porções?

 

Não tem necessidade alguma de você ficar contando calorias, desde que você respeite o limite de carboidratos e coma só proteína, gordura e vegetais com pouco carboidrato.

 

Mas se você preferir controlar a sua ingestão calórica, não faltam opções por aí para te ajudar. Você pode fazer a mão, ou usar uma calculadora virtual, na qual entra seu gênero, peso, altura, e nível de atividade física, e ela determina o consumo ideal para atingir sua meta.

 

10 dicas para quem precisa emagrecer urgente

 

Aqui estão umas diquinhas para quem quer emagrecer urgente:

 

  1. Tome um café da manhã rico em proteínas. Tomar um café da manhã rico em proteínas pode reduzir os desejos e a ingestão de calorias ao longo do dia.
  2. Evite bebidas açucaradas e suco de frutas. Essas são as coisas mais engordantes que você pode colocar em seu corpo.
  3. Beba água antes das refeições. Um estudo de 3 meses mostrou que beber água meia hora antes das refeições aumenta a perda de peso em 44%.
  4. Coma fibras solúveis. Estudos mostram que as fibras solúveis podem promover a perda de peso. Suplementos de fibras como glucomanano também podem ajudar.
  5. Beba café ou chá. A cafeína acelera seu metabolismo de 3 a 11%.
  6. Estruture sua dieta de modo a comer principalmente alimentos integrais. Eles são mais saudáveis, mais saciantes e tendem a causar muito menos comilanças do que os alimentos altamente processados.
  7. Coma devagar. Comer rápido demais pode levar ao ganho de peso ao longo do tempo, enquanto comer lentamente faz você se sentir mais cheio e aumenta os hormônios responsáveis pela perda de peso.
  8. Pese-se todos os dias. Estudos mostram que as pessoas que sobem na balança todos os dias têm muito mais chances de perder peso e mantê-lo por mais tempo.
  9. Durma bem. O sono é importante por várias razões, e dormir mal é uma das principais razões que levam ao ganho de peso.

 

Mas dá para emagrecer rápido?

 

Você pode perder de 2,5 a 4,5 kg – às vezes mais – na primeira semana do nosso plano, e depois manter o emagrecimento mais vagarosamente, de forma consistente.

 

Se você está começando a dieta agora, vai perder peso mais rapidamente. E quanto mais peso você precisa perder, mais rápido você tende a ver resultados.

 

Nos primeiros dias, pode ser que você se sinta meio… estranho. Seu corpo está acostumado demais com os carboidratos, e demora um pouco para se acostumar com a queima de gordura.

 

Algumas pessoas passam pela “gripe cetogênica”, ou “gripe low carb”, que é basicamente um conjunto de sintomas clássicos dessa dieta. Geralmente, isso passa em alguns dias.

 

Depois dos primeiros dias, a maioria das pessoas diz se sentir muito bem, com mais energia do que antes.

 

Além da perda de peso, a dieta low carb pode melhorar sua saúde de diversas maneiras:

 

  • os níveis de açúcar no sangue tendem a diminuir significativamente em dietas low carb
  • triglicerídeos tendem a diminuir
  • o colesterol LDL (ruim) diminui
  • o colesterol HDL (bom) aumenta
  • a pressão arterial melhora significativamente

 

Conclusão

 

Ao reduzir os carboidratos e diminuir os níveis de insulina, você provavelmente vai sentir menos fome. Como a fome é a principal inimiga da maioria das dietas, você já está na vantagem aqui.

 

Neste plano, você pode comer alimentos saudáveis o quanto quiser, até ficar cheio, e mesmo assim queimar muita gordura. A perda inicial do peso de água pode causar uma mudança rápida na balança, mas é bom lembrar que a perda de peso decorrente da queima de gordura leva um pouco mais de tempo.

 

Estudos comparando dietas low carb com dietas low fat sugerem que uma dieta low carb pode levar a até três vezes mais perda de peso do que uma dieta típica, com pouca gordura e restrição de calorias.

 

Se você tem diabetes tipo 2, converse primeiro com seu médico antes de mudar sua dieta, até porque pode ser que sua necessidade de remédios diminua!

Isabela Ramirez
NUTRICIONISTA/ Formada pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2011