Melão: 7 benefícios nutritivos de comer Melão para a saúde
Previous
RANDOM
Caqui: 7 principais benefícios do caqui para a saúde
Next

Kefir: 9 benefícios do kefir para saúde baseados em evidências

por Isabela Ramirez on maio 22, 2020

Kefir é toda a fúria da comunidade natural da saúde.

Rico em nutrientes e probióticos, é muito benéfico para a digestão e a saúde intestinal.

Muitas pessoas consideram mais saudável que o iogurte.

 

Quais os benefícios do kefir para a saúde?

Aqui estão 9 benefícios de saúde do kefir, que são confirmados por pesquisas.

1. Kefir é uma fonte fantástica de muitos nutrientes

Kefir é uma bebida fermentada, tradicionalmente feita com leite de vaca ou leite de cabra.

É feito adicionando grãos de kefir ao leite. Estes não são grãos de cereais, mas colônias semelhantes a grãos de bactérias de levedura e ácido lático que se parecem com uma couve-flor na aparência.

Durante aproximadamente 24 horas, os micro-organismos nos grãos de kefir se multiplicam e fermentam os açúcares no leite, transformando-o em kefir.

Em seguida, os grãos são removidos do líquido e podem ser usados ​​novamente.

Em outras palavras, o kefir é a bebida, mas os grãos de kefir são a cultura inicial que você usa para produzir a bebida.

O kefir é originário de partes da Europa Oriental e do sudoeste da Ásia. O nome deriva da palavra turca keyif, que significa “sentir-se bem” depois de comer.

As bactérias do ácido lático dos grãos transformam a lactose do leite em ácido lático, de modo que o kefir tem gosto amargo de iogurte – mas tem uma consistência mais fina.

Uma porção de 175 ml de kefir com pouca gordura contém:

Além disso, o kefir possui cerca de 100 calorias, 7 a 8 gramas de carboidratos e 3 a 6 gramas de gordura, dependendo do tipo de leite utilizado.

O kefir também contém uma grande variedade de compostos bioativos, incluindo ácidos orgânicos e peptídeos que contribuem para seus benefícios à saúde.

As versões sem laticínios do kefir podem ser feitas com água de coco, leite de coco ou outros líquidos doces. Estes não terão o mesmo perfil de nutrientes que o kefir à base de leite.

 

Kefir é uma bebida de leite fermentada, cultivada a partir de grãos de kefir. É uma rica fonte de cálcio, proteínas e vitaminas do complexo B.

 

2. Kefir é um probiótico mais poderoso que o iogurte

Alguns microrganismos podem ter efeitos benéficos na saúde quando ingeridos.

Conhecidos como probióticos, esses micro-organismos podem influenciar a saúde de várias maneiras, auxiliando a digestão, o controle de peso e a saúde mental.

O iogurte é o alimento probiótico mais conhecido na dieta ocidental, mas o kefir é realmente uma fonte muito mais potente.

Os grãos de kefir contêm até 61 cepas de bactérias e leveduras, tornando-os uma fonte probiótica muito rica e diversificada, embora a diversidade possa variar.

Outros produtos lácteos fermentados são feitos de muito menos cepas e não contêm leveduras.

 

O Kefir pode conter até 61 microrganismos diferentes, tornando-o uma fonte muito mais potente de probióticos do que muitos outros produtos lácteos fermentados.

3. Kefir possui propriedades antibacterianas potentes

Certos probióticos no kefir são indicados para proteger contra infecções.

Isso inclui o probiótico Lactobacillus kefiri, que é exclusivo do kefir.

Estudos demonstram que esse probiótico pode inibir o crescimento de várias bactérias nocivas, incluindo Salmonella, Helicobacter pylori e E. coli.

O kefiran, um tipo de carboidrato presente no kefir, também possui propriedades antibacterianas.

 

O Kefir contém o probiótico Lactobacillus kefiri e o carboidrato kefiran, ambos protegidos contra bactérias nocivas.

 

4. O kefir pode melhorar a saúde óssea e diminuir o risco de osteoporose

A osteoporose é caracterizada pela deterioração do tecido ósseo e é um grande problema nos países ocidentais.

É especialmente comum entre mulheres mais velhas e aumenta drasticamente o risco de fraturas.

Garantir uma ingestão adequada de cálcio é uma das maneiras mais eficazes de melhorar a saúde óssea e retardar a progressão da osteoporose.

O kefir gordo não é apenas uma grande fonte de cálcio, mas também a vitamina K2 – que desempenha um papel central no metabolismo do cálcio. A suplementação com K2 demonstrou reduzir o risco de fraturas em até 81%.

Estudos recentes em animais ligam o kefir ao aumento da absorção de cálcio nas células ósseas. Isso leva a uma melhor densidade óssea, o que deve ajudar a prevenir fraturas.

 

O kefir produzido a partir de laticínios é uma excelente fonte de cálcio, e o kefir completo com laticínios também contém vitamina K2. Esses nutrientes têm grandes benefícios para a saúde óssea.

 

5. Kefir pode proteger contra o câncer

O câncer é uma das principais causas de morte no mundo.

Ocorre quando células anormais do seu corpo crescem incontrolavelmente, como em um tumor.

Acredita-se que os probióticos dos laticínios fermentados reduzam o crescimento do tumor, estimulando o sistema imunológico. Portanto, é possível que o kefir possa combater o câncer.

Esse papel protetor foi demonstrado em vários estudos com tubos de ensaio.

Um estudo descobriu que o extrato de kefir reduziu o número de células de câncer de mama em 56%, comparado a apenas 14% do extrato de iogurte.

Lembre-se de que estudos em humanos são necessários antes que conclusões definitivas possam ser feitas.

 

Alguns estudos em tubo de ensaio e em animais indicam que o kefir pode inibir o crescimento de células cancerígenas. No entanto, não existem estudos atuais em pessoas.

 

6. Os probióticos presentes no kefir podem ajudar com problemas digestivos

Probióticos como o kefir podem ajudar a restaurar o equilíbrio de bactérias amigáveis ​​em seu intestino.

É por isso que eles são altamente eficazes no tratamento de muitas formas de diarreia.

Além disso, amplas evidências sugerem que probióticos e alimentos probióticos podem aliviar muitos problemas digestivos.

Isso inclui a síndrome do intestino irritável (SII), úlceras causadas pela infecção por H. pylori e muitas outras.

Por esse motivo, o kefir pode ser útil se você tiver problemas com a digestão.

 

Probióticos como o kefir podem tratar várias formas de diarreia. Eles também podem levar a melhorias em várias doenças digestivas.

 

7. Kefir é pobre em lactose

Os laticínios regulares contêm um açúcar natural chamado lactose.

Muitas pessoas, especialmente os adultos, são incapazes de decompor e digerir a lactose adequadamente. Essa condição é chamada intolerância à lactose.

As bactérias do ácido lático nos alimentos lácteos fermentados – como kefir e iogurte – transformam a lactose em ácido lático, de modo que esses alimentos são muito mais baixos em lactose do que no leite.

Eles também contêm enzimas que podem ajudar a quebrar a lactose ainda mais.

Portanto, o kefir é geralmente bem tolerado por pessoas com intolerância à lactose, pelo menos em comparação com o leite comum.

Lembre-se de que é possível fazer kefir 100% livre de lactose usando água de coco, suco de frutas ou outra bebida não láctea.

 

O kefir é pobre em lactose porque suas bactérias do ácido lático já pré-digeriram a lactose. Pessoas que têm intolerância à lactose geralmente podem beber kefir sem problemas.

 

8. Kefir pode melhorar os sintomas de alergia e asma

As reações alérgicas são causadas por respostas inflamatórias contra certos alimentos ou substâncias.

Pessoas com um sistema imunológico super sensível são mais propensas a alergias, o que pode provocar condições como asma.

Em estudos com animais, o kefir demonstrou suprimir respostas inflamatórias relacionadas a alergias e asma.

Estudos em humanos são necessários para explorar melhor esses efeitos.

 

Evidências limitadas de estudos em animais sugerem que beber kefir pode reduzir reações alérgicas.

 

9. Kefir é fácil de fazer em casa

Se você não tiver certeza da qualidade do kefir comprado na loja, pode fazê-lo facilmente em casa.

Combinado com frutas frescas, o kefir contribui para uma sobremesa saudável e deliciosa.

Os grãos de kefir estão disponíveis em algumas lojas de alimentos naturais e supermercados, bem como online.

Você também pode encontrar muitos posts e vídeos que ensinam a produção de kefir, mas o processo é muito simples:

  • Coloque 1–2 colheres de sopa (14–28 gramas) de grãos de kefir em uma jarra pequena. Quanto mais você usar, mais rápido será a cultura.
  • Adicione cerca de 2 xícaras (500 ml) de leite, de preferência orgânico ou até cru. O leite de vacas alimentadas com capim é mais saudável. Deixe 2,5 cm de espaço na parte superior do frasco.
  • Você pode adicionar um pouco de creme com gordura se desejar um kefir mais espesso.
  • Coloque a tampa e deixe-a por 12–36 horas em temperatura ambiente.

Uma vez que comece a parecer desajeitado, está pronto. Depois que você coar suavemente o líquido, os grãos de kefir originais vão ficar na peneira ou coador.

Agora você pode colocar os grãos em uma jarra nova com um pouco de leite, e o processo começa novamente.

É delicioso, nutritivo e altamente sustentável.

Você pode facilmente fazer kefir caseiro usando grãos e leite de kefir.

 

Considerações finais

O kefir é um alimento saudável e fermentado com uma consistência comparável ao iogurte potável.

Tradicionalmente, este produto é feito a partir de leite, mas existem muitas opções não lácteas.

Estudos sugerem que ele estimula o sistema imunológico, ajuda nos problemas digestivos, melhora a saúde dos ossos e pode até combater o câncer.

Comece hoje com o kefir para aproveitar ao máximo esta bebida saborosa e azeda.

Isabela Ramirez
NUTRICIONISTA/ Formada pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2011