in ,

Vegano e Veganismo: O que é veganismo? E o que veganos comem?

¿Qué es vegano? ¿Qué es el veganismo?

O que é veganismo? E o que veganos comem?

 

O veganismo é um estilo de vida que tem ganhado muita tração social, ficando mais popular a cada dia.

 

Nos últimos anos, várias celebridades tornaram-se veganas, e muitos produtos destinados a esse público pipocaram nos mercados.

 

Mas pode ser que você esteja confuso e ainda se pergunte o que é que significa ser um vegano – e o que você pode ou não comer em uma dieta vegana.

 

Este artigo conta tudo que você precisa saber sobre veganismo, e se vale a pena!

 

O que é o veganismo?

 

O termo “vegano” foi cunhado em 1944 por um pequeno grupo de vegetarianos que se afastou da sociedade vegetariana para formar uma sociedade vegana;

 

Por escolha, eles passaram a ir além da dieta vegetariana padrão, que apenas restringe o consumo de carne, e não comer mais derivados do leite, ovos ou quaisquer produtos de origem animal.

 

O termo “vegano” foi criado juntando as primeiras e últimas letras da palavra “vegetariano”.

 

Veganismo é atualmente considerado um estilo de vida que tenta excluir todas as formas de exploração animal e crueldade, tanto na alimentação quanto no vestuário, ou em qualquer outra área onde produtos animais possam aparecer.

 

O que leva alguém a virar vegano?

 

Geralmente veganos decidem cortar os produtos vegetais de suas vidas por um ou mais motivos.

 

Ética

Veganos focados na ética acreditam que todos os seres vivos têm os mesmos direitos à vida e liberdade.

 

Portanto, eles são contra tirar a vida de um um ser consciente apenas para consumir sua carne, beber seu leite ou usar sua pele – especialmente se alternativas estão disponíveis.

 

Veganos éticos também se opõem ao estresse físico e psicológico aos quais animais são submetidos devido às práticas modernas de pecuária.

 

Por exemplo, veganos éticos repudiam pequenos espaços de vida, ou até mesmo gaiolas, nas quais muitos animais são presos desde o nascimento devido às práticas pecuárias, e de onde saem apenas para o abate.

 

Além disso, muitos veganos são bem vocais a respeito de práticas controversas da indústria pecuária, como a moagem de pintinhos machos pela indústria de ovos ou a alimentação forçada de patos e gansos para o mercado de foie gras.

 

Os veganos éticos costumam demonstrar sua oposição a essas práticas consideradas desumanas através do protesto, conscientização e escolhas mais limpas, consumindo apenas produtos que não envolvem exploração animal.

 

Saúde

 

Algumas pessoas escolhem uma dieta vegana por seus potenciais efeitos benéficos à saúde.

 

Por exemplo, dietas veganas podem reduzir o risco de doenças cardíacas, diabetes tipo 2, câncer e morte prematura.

 

Reduzir o consumo de produtos animais também tem ligação com a diminuição do risco de Alzheimer, de morte por câncer ou problemas cardíacos.

 

O veganismo também é adotado como forma de evitar os efeitos colaterais causados por antibióticos ou hormônios usados na agropecuária moderna.

 

Há estudos que também ligam uma dieta vegana a um menor peso corporal. Por isso, para algumas pessoas a potencial perda de pesa é um fator decisivo na escolha dessa dieta.

 

Ambientalismo

 

O impacto ambiental causado pela pecuária também é um fator motivador de muitas pessoas, que buscam evitar o desgaste da natureza através de uma dieta livre de produtos animais, cuja produção leva a um desequilíbrio ambiental.

 

Um relatório de 2010 da ONU argumentou que os produtos animais geralmente requerem mais recursos e causam maiores emissões de gases causadores do efeito estufa, se comparados com plantas.

 

A pecuária, seguindo esse relatório, é responsável por cerca de 65% das emissões globais de óxido nitroso, até 40% das emissões de metano e 9% das emissões de dióxido de carbono, todos produtos químicos considerados agentes do efeito estufa, envolvidos diretamente nas mudanças climáticas em andamento no planeta.

 

Além disso, a pecuária gasta muita água. Por exemplo, são necessários de 1.700 a 19.550 litros de água para produzir 0,5 kg de carne bovina. Isso é até 43 vezes mais água do que o necessário para produzir o mesmo peso em grãos.

 

Em sua expansão desenfreada, a pecuária também leva ao desmatamento, queimando áreas florestais para dar lugar a campos de pastagem. Essa destruição da natureza contribui com o desaparecimento de vários habitats e, consequentemente, a extinção de várias espécies animais.

 

Tipos de veganismo

 

Existem muitas variações do veganismo, das quais as mais proeminentes são

 

  • Veganos apenas na alimentação. Freqüentemente usado de forma intercambiável com seguidores de uma dieta “à base de plantas”, esse termo se refere àqueles que evitam produtos de origem animal em sua dieta, mas continuam a usá-lo em outros produtos, como roupas e cosméticos.

 

  • Veganos que só comem alimentos integrais. Esses indivíduos adotam uma dieta rica em alimentos integrais, como frutas, verduras, grãos integrais, legumes, nozes e sementes.

 

  • Vegan junk food. Algumas pessoas dependem muito de alimentos veganos processados, como carnes veganas, batatas fritas, jantares congelados e sobremesas, incluindo biscoitos Oreo e sorvetes feitos sem leite.

 

  • Veganos que comem exclusivamente alimentos crus. Esse grupo come apenas alimentos crus ou cozidos em temperaturas abaixo de 48º C.

 

  • Veganos que comem apenas alimentos crus e de baixo teor de gordura. Também conhecido como frutarianos, esse subconjunto limita alimentos com alto teor de gordura, como nozes, abacates e coco, mas depende quase que exclusivamente de frutas. Outras plantas podem ocasionalmente ser consumidas em pequenas quantidades.

 

Alimentos eliminados da dieta

 

Os veganos evitam todos os alimentos de origem animal, incluindo:

 

  • carne
  • frango
  • peixe
  • mariscos
  • ovos
  • laticínios
  • mel

Mas isso vai mais além, abrangendo produtos processados que não costumamos associar à animais, como albumina, caseína, carmim, gelatina, pepsina, whey, etc.

 

Obviamente, também estão fora de questão todos os alimentos que envolvem esses ingredientes, como alguns tipos de cerveja e vinho, marshmallows, cereais matinais, balas de goma e chiclete.

 

Alimentos liberados na dieta

 

Muitas pessoas acreditam, erroneamente, que uma dieta vegana é basicamente comer vegetais e tofu para sempre. Mas isso não é necessariamente verdade.

 

Na verdade, muitos dos pratos que comemos no dia a dia podem ser facilmente “veganizados”.

 

Por exemplo, são pratos saborosos e normais, tanto para o paladar de um vegano quando um onívoro: burrito de feijão, hambúrguer vegano, pizza de tomate, smoothies, nachos com guacamole e salsa, wrap de hummus, sanduíches e massas.

 

Para veganizar pratos cujos ingredientes incluem carne, basta trocá-la por:

 

  • feijões
  • lentilhas
  • tofu
  • seitan
  • tempeh
  • nozes
  • sementes

 

Produtos derivados do leite de vaca podem ser facilmente substituídos pelas suas opções equivalentes feitas com leites vegetais. O ovo mexido pode ser trocado pelo tofu mexido, e o mel pelo melaço. Em receitas nas quais o ovo se faz presente para ajudar na textura, sementes de linhaça ou chia podem fazer o mesmo papel.

 

Os ingredientes principais do cardápio vegano são os grãos integrais, frutas e legumes.

 

Mas você pode também aproveitar diversos produtos industrializados e convenientes, como carnes vegetais, leites vegetais fortificados, queijos e sobremesas veganos.

 

É preciso consumir esses produtos altamente processados com moderação, contudo, pois são carregados com aditivos, óleos e ingredientes artificiais.

 

Conclusão

 

Os veganos procuram evitar produtos de origem animal por razões éticas, ambientais ou de saúde – ou uma combinação das três.

 

No lugar desses produtos, eles comem uma variedade de alimentos vegetais, incluindo frutas, legumes, grãos, verduras, nozes, sementes e produtos processados livres de qualquer derivado animal.

 

Se você tem curiosidade e quer experimentar esse estilo de vida, a transição pode ser mais fácil do que você imagina. Só que é preciso primeiro analisar suas necessidades nutricionais e talvez suplementar alguns nutrientes que a dieta vegana pode não proporcionar com tanta eficiência.

Written by hello

Dieta Vegana: O que é, Tipos, Cardápio e Comidas Veganas

Vegetariano – A Dieta Vegetariana: Como fuctiona, Cardápio e Guia Para Iniciantes